Perception and performance of the interdisciplinary team in serving drug dependents in specialized network of mental health Sinop, Mato Grosso

P. V. C. Santos, S. R. I. Oliveira, S. V. Jezus

Resumo


Chemical dependency is currently one of the most important public health problems in our country. The study deals with a quantitative and qualitative research, whose goal is to evaluate the perception and performance of the interdisciplinary team in serving drug dependents in specialized network of mental health Sinop, Mato Grosso. Applied a semi-structured questionnaire with objective and subjective questions with 11 professionals in health care at the Psychosocial Care Center (CAPS) and Medical Specialties Center (EMC). The results reveal the importance of the preparation of these professionals to work in service to dependents and interdisciplinarity proved to be the best option to achieve a dignified and humane care.

Palavras-chave


Addiction, Interdisciplinary, Mental Health

Texto completo:

PDF (English)

Referências


BRASIL, Política Nacional sobre Drogas. Secretaria Nacional Antidrogas. Brasília: Presidência da República. p.10-15; 2005.

BRASIL, Portaria MS nº 336-02 - Estabelece CAPS I, CAPS II, CAPS III, CAPS i II e CAPS AD II.Brasília: 2002.

BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria Executiva. Coordenação Nacional de DST/Aids.

A Política do Ministério da Saúde para atenção integral a usuários de álcool e outras drogas / Ministério da Saúde, Secretaria Executiva, Coordenação Nacional de DST e Aids. – Brasília: Ministério da Saúde, 2003.

CARLINI EA. et al. II Levantamento domiciliar sobre o uso de drogas psicotrópicas no Brasil: estudo envolvendo as 108 maiores cidades do país: 2005 - São Paulo: CEBRID - Centro Brasileiro de Informação sobre Drogas Psicotrópicas: UNIFESP; 2006.

MIGOTT AMB. Dependência química: Problema biológico, Psicológico UO social?. Caderno Saúde Pública. Rio de Janeiro, 3;(24). [citado 2008]. Disponível em URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008000300027&lng=en&nrm=iso.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE (OMS). Classificação Estatística Internacional de Doenças. São Paulo: Edusp. (1): 47-48; 1994.

PINHO LB, RODRIGUES J, KANTORSKI LP, OLSCHOWSKY A, SCHNEIDER JC. Desafios da prática em saúde mental na perspectiva do modo psicossocial: visão de profissionais de saúde. Revista Eletrônica Enfermagem. 2012;(1): 25-32.

SILVA JA. A importância da interdisciplinaridade entre profissionais da saúde para o benefício do tratamento da reabilitativo da doença aterosclerótica coronária. Trabalho de Conclusão do Curso de Educação Física da Faculdade de Educação Física e Ciência do Desporto da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. 2006.

TAVARES SO, VENDRÚSCULO CT, KOSTULSKI CA, GONÇALVES CS. Interdisciplinaridade, multidisciplinaridade ou transdisciplinaridade. UNIFRA. Santa Maria, (5):1-8, [citado 2012]. Disponível em URL: http://www.unifra.br/eventos/interfacespsicologia/Trabalhos/3062.pdf.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.